O tablóide popular da cidade de Guarulhos SP

Venezuelano radicado no Brasil é vítima de xenofobia em empresa de Rondônia

 

Na última quarta-feita (16), o venezuelano Daniel Alejandro Salazar Castro (42), foi fazer uma comprar de um ar condicionado na Empresa Grupo Nova Lar, localizada no Estado de Rondônia, segundo Daniel, foi solicitado por um funcionário da empresa, que ele apresentasse alguns documentos e telefones de referencia para concluir a compra no crediário.

O venezuelano Daniel conta que apresentou todos os documentos solicitados, mas o funcionário não ligou para nenhum dos números que ele havia passado como referencia, então foi solicitado que ele apresentasse uma movimentação bancaria dos últimos 3 meses e Daniel assim fez, mas conta que não olharam nenhuma das folhas contendo as informações bancarias.

Após as solicitações feitas pelo funcionário, seu cadastro foi para analise e Daniel ficou aguardando mais de uma hora, o funcionário então retorna dizendo que foi feita três tentativas pois o sistema estava ruim e que tornou a enviar o seu cadastro para analise, disse também que uma outra pessoa iria fazer uma ligação para ele fazendo três perguntas:

Qual é seu CPF?
O que você está comprando?
De qual país você é?

Após Daniel dizer que era venezuelano, o funcionário ao telefone fez uma pausa e disse "ok senhor", em seguida desligou. Dois minutos depois um funcionário da empresa retorna e diz para Daniel que seu cadastro foi negado.

Daniel buscou saber o motivo pelo qual seu cadastro foi negado, mas nenhum funcionário e nem mesmo o gerente soube responde.

Daniel contou que mora no Brasil a mais de um ano e que isso nunca aconteceu, que essa era a primeira vez que ele é vítima de preconceito e xenofobia.

Em suas redes sociais, Daniel desabafou e contou que está muito chateado e relatou em detalhes o ocorrido. Agora busca seus direitos e esclarecimento por parte da empresa.


Redação iG Guarulhos
Share:

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Mais recentes